Translate

sexta-feira, 5 de abril de 2013


LITERATURA

Menina e moça de Bernardim Ribeiro


Bernardim Ribeiro, sua principal obra Menina e Moça Trata-se de uma novela sentimental , em que se inserem relatos que a aproximam, por um lado, do romance de cavalaria e, por outro, do ambiente próprio do bucolismo. É uma novela em prosa , mas de um grande lirismo pessoal, das cantigas trovadorescas e a riqueza arquitetônicas do lirismo renascentista, ao mesmo tempo que se reconhecem nela os tiques e maneirismos que ainda hoje nos caracterizam como povo. Camões considerava que Bernardim Ribeiro era o seu Ênio – o seu mestre, o seu mentor, a sua referência.




Menina  Moça

me levaram de casa de minha mãe para muito longe. Que causa fosse então a daquela minha levada, era ainda pequena, não a soube. Agora não lhe ponho outra, senão que parece que já então havia de ser o que depois foi. Vivi ali tanto tempo quanto foi necessário para não poder viver em outra parte. Muito contente fui em aquela terra, mas, coitada de mim, que em breve espaço se mudou tudo aquilo que em longo tempo se buscou e para longo tempo se buscava. Grande desaventura foi a que me fez ser triste ou, per aventura, a que me fez ser leda. Depois que eu vi tantas cousas trocadas por outras, e o prazer feito mágoa maior, a tanta tristeza cheguei que mais me pesava do bem que tive, que do mal que tinha.

sexta-feira, 29 de março de 2013

Webquest - Machado de Assis

      O Brasil  é um país que atualmente vem sendo pivô de muitas polêmicas, temos desde condenados assumindo cargos de confiança até bolsas de incentivo natalidade, esse é o meu Brasil!
Essas dificuldades sempre nos acompanharam desde dos tempos mais remotos, ou desde que Brasil  é Brasil.
Não acredito ser melhor ou pior do que aqueles que desmerecem a educação, acredito que eles não tiveram bons professores, si é que tiveram.

Assim continuamos  remando contra uma maré que não está para peixe.
Ou... melhor dizendo não está para professor.

  Ah! Se não fosse pela história, algumas pessoas que realmente nos faz sentir orgulho de ser brasileiro, teriam  passadas despercebidas.
Os grande gênios! Pessoas como Machado de Assis, que nos inspiram a continuar lendo e  escrevendo.
 Machado de Assis, que mesmo contra todas as dificuldades de sua época, nos deixou um legado de sentimentos  e, que os sabia transmitir por meio de suas obras literárias.
É sobre esse escritor nossa webquest de hoje! Vamos conhecer?







 Para iniciar o estudo sobre Machado de Assis clic no link  http://foliji.com/folio/998

sexta-feira, 22 de março de 2013

As necessidades das novas tecnologias






Desde os primórdios da humanidade, o homem sempre dependeu dessas novas tecnologias. Quando pensamos tecnologias, sempre imaginamos coisas como: computadores, aviões, robôs , micro-ondas entre as muitas coisas , na verdade tudo o que serve para uma facilitação do homem é tecnologia.  Na idade da pedra, o simples fato de um osso se tornar uma ama para dominação ou defesa indica certa evolução com a utilização de um objeto para a facilitação de uma tarefa. E o Macaco? Quando ele usa um graveto para apanhar formigas em maior quantidade isso não seria também indícios de tecnologia?

A medição desse salto tecnológico das cavernas para a corrida espacial esta relacionada com necessidades e habilidades de observação.
Segundo Kenski A guerra fria, iniciada logo após a segunda guerra mundial, foi responsável pela invenção de muitos equipamentos tecnológicos. A disputa entre os países Estados Unidos Da America e a antiga URSS Rússia  alem de dividirem uma opinião global política foram os grande responsáveis por uma serie considerável  dessas maravilhas modernas conhecidas por nós como: Isopor, o forno de micro ondas, o relógio digital o computador entre outros.
 É claro que não há nada que justifique uma guerra mas o incentivo para corrida rumo ao futuro teve seu start  nesse motivo.

O novo ritmo da informação- Vani Moreira Kenski


No livro educação e tecnologias O novo ritmo da informação a professora Vani Moreira Kenski Já na introdução deixa claro sua intenção de uma quase exclusividade aos amantes ou adeptos do elo entre educação e tecnologia. Um dos temas mais atuais tem sido essa combinação que parece estar acelerando e muito o ritmo do desenvolvimento nos profissionais nessa área.
É notório que a escritora deixe explicito sua profunda admiração por Pierre Levy, e não é por acaso que poderia ser considerado um papa no que se refere às novas tecnologias.
Apesar d o assunto estar ligado direto a educação e tecnologia a linguagem empregada pela autora é comum a todas as áreas, e, se tratando de tecnologia todos nós estamos sempre muito interessados.
Em uma vista rápida pelo livro percebem-se os cuidados tomados pela autora em avançar passo a passo de modo a cativar o leitor mesmo que ele não seja de áreas afins.
Capitulo 1- cita os avanços tecnológicos e as possíveis alterações provocadas na sociedade em diferentes épocas.

Capitulo 2- Cita as TIC’s e as novas maneiras de pensar em geral o processo de informações de computadores ligados em rede.

Capitulo 3- A autora Vani Moreira defende uma posição que, ao mesmo tempo em que ela defende as vantagens das TIC’s ela também defendo que as novas tecnologias  sozinhas não educam ninguém.
Capitulo 4-  neste capitulo fala  da contradição existente na educação escolar que forma cientistas e  também do processo educativo: conhecimento, o aluno e as tecnologias.

Capitulo 5 – aborda  a educação a distancia e também o uso das TIC’s em sala de aula e seus benefícios.
Capitulo 6- trata de um assunto muito discutido na atualidade, o futuro das novas tecnologias e seu acesso democratizado garantido para todos brasileiros.
Tudo isso e muito mais em uma leitura com conteúdos que estão na língua do povo, principalmente aqueles que já se preparam para os cargos de educadores.